Voltar  

SALMODIA COMPLEMENTAR

PARA A ORAÇÃO DAS NOVE, DAS DOZE E DAS QUINZE HORAS

Depois do V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio, e do Hino correspondente, seguem-se os Salmos graduais
com as antífonas próprias para cada Hora.

Série I (Para a Oração das Nove Horas)

Salmo 119(120)

 Desejo da paz

Sede fortes nas tribulações, perseverantes na oração (Rm 12,12).

 

1 Clamei pelo Senhor na minha angústia, *

e ele me escutou, quando eu dizia:

2 “Senhor, livrai-me desses lábios mentirosos, *

e da língua enganadora libertai-me!

 

3 Qual será a tua paga, o teu castigo, *

ó língua enganadora, qual será?

4 Serão flechas aguçadas de guerreiros, *

acesas em carvões incandescentes.

 

5 Ai de mim! sou exilado em Mosoc, *

devo acampar em meio às tendas de Cedar!

6 Já se prolonga por demais o meu desterro *

entre este povo que não quer saber de paz!

 

7 Quando eu falo sobre paz, quando a promovo, *

é a guerra que eles tramam contra mim!”

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Salmo 120(121)

 Deus protetor de seu povo

 

Nunca mais terão fome nem sede. Nem os molestará o sol nem algum calor ardente (Ap 7,16).

 

1 Eu levanto os meus olhos para os montes: *

de onde pode vir o meu socorro?

2 “Do Senhor é que me vem o meu socorro, *

do Senhor que fez o céu e fez a terra!”

 

3 Ele não deixa tropeçarem os meus pés, *

e não dorme quem te guarda e te vigia.

4 Oh! não! ele não dorme nem cochila, *

aquele que é o guarda de Israel!

 

5 O Senhor é o teu guarda, o teu vigia, *

é uma sombra protetora à tua direita.

6 Não vai ferir-te o sol durante o dia, *

nem a lua através de toda a noite.

 

7 O Senhor te guardará de todo o mal, *

ele mesmo vai cuidar da tua vida!

8 Deus te guarda na partida e na chegada. *

Ele te guarda desde agora e para sempre!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Salmo 121(122)

 ouvir:

Jerusalém, cidade santa

 

Vós vos aproximastes do monte Sião e da cidade do Deus vivo, a Jerusalém celeste (Hb 12,22).

 

1 Que alegria, quando ouvi que me disseram: *

“Vamos à casa do Senhor!”

2 E agora nossos pés já se detêm, *

Jerusalém, em tuas portas.

 

3 Jerusalém, cidade bem edificada *

num conjunto harmonioso;

4 para lá sobem as tribos de Israel, *

as tribos do Senhor.

 

– Para louvar, segundo a lei de Israel, *

o nome do Senhor.

5 A sede da justiça lá está *

e o trono de Davi.

 

6 Rogai que viva em paz Jerusalém, *

e em segurança os que te amam!

7 Que a paz habite dentro de teus muros, *

tranquilidade em teus palácios!

 

8 Por amor a meus irmãos e meus amigos, *

peço: “A paz esteja em ti!”

9 Pelo amor que tenho à casa do Senhor, *

eu te desejo todo bem!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Série II (Para a Oração das Doze Horas)

 

Salmo 122(123)

 

Deus, esperança do seu povo

 

Dois cegos. começaram a gritar: Senhor, Filho de Davi, tem piedade de nós! (Mt 20,30).

 

1 Eu levanto os meus olhos para vós, *

que habitais nos altos céus.

2 Como os olhos dos escravos estão fitos *

nas mãos do seu senhor,

 

– como os olhos das escravas estão fitos *

nas mãos de sua senhora,

– assim os nossos olhos, no Senhor, *

até de nós ter piedade.

 

3 Tende piedade, ó Senhor, tende piedade; *

já é demais esse desprezo!

4 Estamos fartos do escárnio dos ricaços *

e do desprezo dos soberbos!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Salmo 123(124)

 

O nosso auxílio está no nome do Senhor

 

O Senhor disse a Paulo: Não tenhas medo, porque eu estou contigo (At 18,9-10).

 

1 Se o Senhor não estivesse ao nosso lado, *

que o diga Israel neste momento;

2 se o Senhor não estivesse ao nosso lado, *

quando os homens investiram contra nós,

3 com certeza nos teriam devorado *

no furor de sua ira contra nós.

 

4 Então as águas nos teriam submergido, *

a correnteza nos teria arrastado,

5 e então, por sobre nós teriam passado *

essas águas sempre mais impetuosas.

6 Bendito seja o Senhor, que não deixou *

cairmos como presa de seus dentes!

 

7 Nossa alma como um pássaro escapou *

do laço que lhe armara o caçador;

– o laço arrebentou-se de repente, *

e assim nós conseguimos libertar-nos.

8 O nosso auxílio está no nome do Senhor, *

do Senhor que fez o céu e fez a terra!

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Salmo 124(125)

ouvir:  

Deus, protetor de seu povo

 

A paz para o Israel de Deus (cf. Gl 6,16).

 

1 Quem confia no Senhor é como o monte de Sião: *

nada o pode abalar, porque é firme para sempre.

=2 Tal e qual Jerusalém, toda cercada de montanhas, †

assim Deus cerca seu povo de carinho e proteção, *

desde agora e para sempre, pelos séculos afora.

 

=3 O Senhor não vai deixar prevalecer por muito tempo †

o domínio dos malvados sobre a sorte dos seus justos, *

para os justos não mancharem suas mãos na iniqüidade.

 

=4 Fazei o bem, Senhor, aos bons e aos que têm reto coração, †

5 mas os que seguem maus caminhos, castigai-os com os maus! *

Que venha a paz a Israel! Que venha a paz ao vosso povo!

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Série III (Para a Oração das Quinze Horas)

 

Salmo 125(126)

 ouvir:

Alegria e esperança em Deus

 

Assim como participais dos nossos sofrimentos, participais também da nossa consolação (2Cor 1,7).

 

1 Quando o Senhor reconduziu nossos cativos, *

parecíamos sonhar;

2 encheu-se de sorriso nossa boca, *

nossos lábios, de canções.

 

– Entre os gentios se dizia: “Maravilhas *

fez com eles o Senhor!”

3 Sim, maravilhas fez conosco o Senhor, *

exultemos de alegria!

 

4 Mudai a nossa sorte, ó Senhor, *

como torrentes no deserto.

5 Os que lançam as sementes entre lágrimas, *

ceifarão com alegria.

 

6 Chorando de tristeza sairão, *

espalhando suas sementes;

– cantando de alegria voltarão, *

carregando os seus feixes!

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Salmo 126(127)

 

O trabalho sem Deus é inútil

 

Vós sois a construção de Deus (1Cor 3,9).

 

1 Se o Senhor não construir a nossa casa, *

em vão trabalharão seus construtores;

– Se o Senhor não vigiar nossa cidade, *

em vão vigiarão as sentinelas!

 

2 É inútil levantar de madrugada, *

ou à noite retardar vosso repouso,

– para ganhar o pão sofrido do trabalho, *

que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

3 Os filhos são a bênção do Senhor, *

o fruto das entranhas, sua dádiva.

4 Como flechas que um guerreiro tem na mão, *

são os filhos de um casal de esposos jovens.

 

5 Feliz aquele pai que com tais flechas *

consegue abastecer a sua aljava!

– Não será envergonhado ao enfrentar *

seus inimigos junto às portas da cidade.

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Salmo 127(128)

 ouvir:

A paz do Senhor na família

 

De Sião, isto é, da sua Igreja, o Senhor te abençoe (Arnóbio).

 

1 Feliz és tu se temes o Senhor *

e trilhas seus caminhos!

 

2 Do trabalho de tuas mãos hás de viver, *

serás feliz, tudo irá bem!

3 A tua esposa é uma videira bem fecunda *

no coração da tua casa;

– os teus filhos são rebentos de oliveira *

ao redor de tua mesa.

 

4 Será assim abençoado todo homem *

que teme o Senhor.

5 O Senhor te abençoe de Sião, *

cada dia de tua vida;

– para que vejas prosperar Jerusalém*

6 e os filhos dos teus filhos.

 

– Ó Senhor, que venha a paz a Israel, *

que venha a paz ao vosso povo!

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Voltar