Hora Média
Oração das Doze Horas (Hora Sexta)

introdução

V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.
 
 
 

Hino

Na mesma hora em que Jesus, o Cristo,
sofreu a sede, sobre a cruz pregado,
conceda a sede de justiça e graça
a quem celebra o seu louvor sagrado.

Ao mesmo tempo ele nos seja a fome
e o Pão divino que a Si mesmo dá;
seja o pecado para nós fastio,
só no bem possa o nosso gozo estar.

A unção viva do divino Espírito
impregne a mente dos que cantam salmos;
toda frieza do seu peito afaste,
no coração ponha desejos calmos,

Ao Pai e ao Cristo suplicamos graça,
com seu Espírito, eterno Bem;
Trindade Santa, protegei o orante,
guardai o povo em caridade. Amém.

Salmodia
-- salmodia complementar --

Ant. Por minha vida, diz o Senhor,
não quero a morte do pecador,
mas que ele volte e tenha vida.

Salmo 18 B(19 B)

Hino a Deus, Senhor da lei

Sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito (Mt 5, 48).

8 A lei do Senhor Deus é perfeita, *
conforto para a alma!
– O testemunho do Senhor é fiel, *
sabedoria dos humildes.

9 Os preceitos do Senhor são precisos, *
alegria ao coração.
– O mandamento do Senhor é brilhante, *
para os olhos é uma luz.

10 É puro o temor do Senhor, *
imutável para sempre.
– Os julgamentos do Senhor são coretos *
e justos igualmente.

11 Mais desejáveis do que o ouro são eles, *
do que o ouro refinado.
– Suas palavras são mais doces que o mel, *
que o mel que sai dos favos.

12 E vosso servo, instruído por elas, *
se empenha em guardá-las.
13 Mas quem pode perceber suas faltas? *
Perdoai as que não vejo!

14 E preservai o vosso servo do orgulho: *
não domine sobre mim!
– E assim puro, eu serei preservado *
dos delitos mais perversos.

15 Que vos agrade o cantar dos meus lábios *
e a voz da minha alma;
– que ela chegue até vós, ó Senhor, *
meu Rochedo e Redentor!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Salmo 7

Oração do justo caluniado

Eis que o Juiz está às portas (Tg 5, 9).

I

2 Senhor meu Deus, em vós procuro o meu refúgio: *
vinde salvar-me do inimigo, libertai-me!
=3 Não aconteça que agarrem minha vida †
como um leão que despedaça a sua presa, *
sem que ninguém venha salvar-me e libertar-me!

4 Senhor Deus, se algum mal eu pratiquei, *
se manchei as minhas mãos na iniquidade,
5 se acaso fiz o mal a meu amigo, *
eu que poupei quem me oprimia sem razão;

=6 que o inimigo me persiga e me alcance, †
que esmague minha vida contra o pó, *
e arraste minha honra pelo chão!
7 Erguei-vos, ó Senhor, em vossa ira; *
levantai-vos contra a fúria do inimigo!

– Levantai-vos, defendei-me no juízo, *
porque vós já decretastes a sentença!
=8 Que vos circunde a assembleia das nações; †
tomai vosso lugar acima dela! *
9 O Senhor é o juiz dos povos todos.

– Julgai-me, Senhor Deus, como eu mereço *
e segundo a inocência que há em mim!
=10 Ponde um fim à iniquidade dos perversos, †
e confirmai o vosso justo, ó Deus-justiça, *
vós que sondais os nossos rins e corações.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

II

11 O Deus vivo é um escudo protetor, *
e salva aqueles que têm reto coração.
12 Deus é juiz, e ele julga com justiça, *
mas é um Deus que ameaça cada dia.

=13 Se para ele o coração não converterem, †
preparará a sua espada e o seu arco, *
e contra eles voltará as suas armas.
14 Setas mortais ele prepara e os alveja, *
e dispara suas flechas como raios.

15 Eis que o ímpio concebeu a iniquidade, *
engravidou e deu à luz a falsidade.
16 Um buraco ele cavou e aprofundou, *
mas ele mesmo nessa cova foi cair.

17 O mal que fez lhe cairá sobre a cabeça, *
recairá sobre seu crânio a violência!
18 Mas eu darei graças a Deus que fez justiça, *
e cantarei salmodiando ao Deus Altíssimo.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. Por minha vida, diz o Senhor,
não quero a morte do pecador,
mas que ele volte e tenha vida.


Leitura breve             Ez 18,23

Será que eu tenho prazer na morte do ímpio? – oráculo do Senhor Deus. Não desejo, antes, que mude de conduta e viva?

V. Desviai o vosso olhar dos meus pecados.
R. E apagai todas as minhas transgressões!

Oração

Convertei-nos, ó Deus, nosso salvador, e, para que a celebração da Quaresma nos seja útil, iluminai-nos com a doutrina celeste. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.